Dor no sexo? 6 possíveis causas de sexo doloroso

Dor no sexo? 6 possíveis causas de sexo doloroso

Se está com dor no sexo, você não vai querer fazer isso. Para a maioria de nós, a dor deixa o desejo frio.

 

Alguns estudos estima-se que cerca de 30% das mulheres sofrem dor vaginal nas preliminares ou relações sexuais. A dor pode ser intermitente ou crônica e pode originar-se de uma ampla variedade de causas, como infecções, leveduras, DSTs, alergias, reações a drogas, danos nos nervos e distúrbios crônicos. Infelizmente, muitas mulheres que se queixam de dor durante o sexo são consideradas inibidas, com problemas psiquiátricos ou apenas exagerando o problema – quando, na verdade, seus sintomas estão relacionados a questões médicas legítimas.

Aqui estão apenas algumas causas comuns de dor no sexo:

1. Má excitação

Quando uma mulher fica excitada, os lábios, o clitóris e a vagina incham e a lubrificação natural é produzida dentro da vagina – fatores que ajudam a proteger a mulher da dor durante o ato sexual. Sem esses mecanismos protetores naturais, o tecido vaginal pode estar seco e frágil, causando fricção incômoda ou até mesmo ruptura. Infelizmente, as mulheres com problemas de dor existentes costumam cerrar os dentes e seguir em frente com a relação sexual, dizendo a seu parceiro para “acabar logo com isso” – isso apenas exacerba o ciclo da dor.

Se você sentir isso: Procure o conselho de um ginecologista para diagnosticar as causas da dor sexual. Use lubrificação durante as preliminares e relações sexuais para aumentar o prazer e o conforto. Passe pelo menos 30 minutos em preliminares antes de tentar a relação sexual.

2. Aperto vaginal

Se você está prestes a fazer algo que lhe causou dor repetidamente no passado, você vai recuar. Quando o sexo dói, as mulheres inconscientemente apertam seus músculos vaginais, contraindo o espaço disponível para o pênis entrar, fazendo com que o ato sexual doa mais.

Se você tiver isso: Uma especialidade chamada “fisioterapia da saúde da mulher” trata de problemas de dor sexual. Marcar um horário mais cedo ou mais tarde pode evitar que os problemas de dor sexual se tornem crônicos.

3. Ele tem um pênis grande .

Enquanto os homens podem se preocupar muito em ser pequenos demais, as mulheres se queixam de mim cerca de vinte vezes mais do que o fato dele ser muito grande. Pode causar dor no sexo se ele for bem dotado de comprimento ou perímetro.

Se você tiver isso: Procure ter ajuda de um terapeuta sexual ou um fisioterapeuta, será a melhor maneira de descubra como ajustar os seus desconfortos.

Veja aqui como melhorar e reacender o amor novamente em seu relacionamento

4. menopausa.

À medida que o hormônio estrogênio diminui, o tecido vulvar e vaginal de uma mulher se torna mais fino e menos lubrificado. E, para aumentar o problema, durante a meia-idade, os casais geralmente deixam de fazer sexo com tanta frequência devido ao seu desejo em declínio. Infelizmente, relações sexuais infrequentes podem causar atrofia vaginal.

5. Vestibulite

Em torno do crescente inferior da vagina. Com vestibulite , a vagina geralmente tem uma área vermelha ao redor da abertura vaginal, e dores ardentes na entrada. Sem essa demarcação vermelha, no entanto, o diagnóstico é por vezes perdido em um exame ginecológico regular.

Se você sentir isso: consulte seu ginecologista para diagnóstico. Se a condição persistir ,procure o conselho de um especialista em dor pélvica.

6. Vaginismo – uma incapacidade de ser penetrado.

A ansiedade está na origem da dor de uma mulher quando sua vagina se contrai e não permite qualquer forma de penetração.

 

Todd Hernandez

Os comentários estão fechados.